Planejar a decoração do apartamento é uma missão muito importante para quem está de casa nova. Seja realizando o sonho do imóvel próprio ou iniciando a vida em um novo local, é sempre importante pensar em todos os detalhes, desde a escritura e registro até o ambiente interno para deixar o apartamento com a sua cara!

Alguns aprendizados não podem ser esquecidos nessas horas! Por exemplo, aquele detalhe que você deixa para depois e chama de provisório, em muitos casos, passam anos e se tornam definitivos. 

Por isso, é hora de colocar a mão na massa. Visite os showrooms de apartamentos decorados das construtoras nos bairros, isso irá te ajudar a planejar cada pedacinho dos cômodos da sua casa. Não deixe nada para trás, dê atenção especial aos detalhes. Defina o estilo pessoal que você deseja imprimir na sua casa, planeje o orçamento disponível para decoração, e não perca tempo!

Se você não tem nem ideia de por onde vai começar, preparamos este guia completo que vai te ajudar nessa missão! Abordaremos os principais tópicos para a sua decisão e te ajudaremos a personalizar seu apartamento do jeitinho que sempre sonhou. Está preparado? Então é hora de agir!

A importância do planejamento da decoração

A casa nova remete ao proprietário uma nova vida, e isso faz todo sentido! Depois da concessão dos documentos necessários, a entrega das chaves é um momento de muitas mudanças: são novas sensações, emoções e expectativas. Ademais, você terá de se adaptar a um novo ambiente. São transformações significativas, não é mesmo? Por isso, elas merecem toda a sua atenção e cuidado.

Quem não sonha com todos os detalhes do novo lar quando está prestes a pegar as chaves da casa nova? Para materializá-los, é importante reunir todas as ideias, vontades e sonhos no papel e planejar o passo a passo para não agir de forma impulsiva.

Ao fazer escolhas equivocadas, você corre o risco de arrepender-se depois, seja porque ficou mais caro do que estava previsto, seja porque o resultado final não foi como o sonhado.

Por isso, a palavra de ordem é planejamento! É preciso analisar todos os cômodos e pensar nos detalhes para compor o apartamento vazio. E lembre-se que não é necessário gastar todo o seu dinheiro para conseguir deixar a sua casa criativa e moderna!

É muito importante ter em mente que projetar a decoração de uma casa não é somente pensar na estética! É preciso combinar funcionalidade e criatividade a fim de deixar os cômodos atrativos e práticos para os moradores.

Por isso, antes começar a colocar os móveis dentro do apartamento, amontoados em um canto até que você decida o que vai fazer com eles, pense bem! Faça o contrário, coloque todas as suas ideias em um papel e comece a testá-las, utilizando as ferramentas virtuais, visitando espaços decorados, pesquisando tendências e o que te agrada na decoração.

Decida se vai contratar um profissional

Se você tem várias ideias, mas não tem a clareza de como colocá-las em prática, a melhor opção pode ser contratar um profissional para te ajudar nesse momento tão importante.

Com a planta-baixa do imóvel em mãos, você poderá ter uma noção do trabalho que terá para decorar cada ambiente. Se você acha que consegue encarar essa missão sozinho, não se esqueça de que será um processo longo e com muitas decisões a serem tomadas.

É importante pensar que a falta de tempo e até mesmo a falta de experiência na área podem contribuir para o fracasso dos seus planos de decoração. Por isso, se estiver com dúvidas ou com muitas ideias que estão causando confusão na sua cabeça, a dica é fazer uma consulta com um designer de interiores a fim de esclarecer todas as possibilidades.

Você não precisa delegar todo o seu projeto a um profissional e voltar para casa somente quando tudo estiver pronto! É muito mais interessante, seguro e desafiador caminhar de forma mais individualizada, mas contando com o suporte de um profissional. Quando solicitado, ele te auxiliará a decidir os melhores caminhos a para atingir o estilo que você busca imprimir na sua casa.

Não se furte de pedir ajuda! Os designers de interiores têm conhecimento de mercado e podem te orientar quanto às tendências e melhores combinações de cores, estilos e materiais que comporão cada espaço.

Sendo assim, não deixe de buscar orientação profissional para não perder a mão no seu projeto! Some experiências para chegar ao resultado que mais lhe agradará.

Tire as medidas para decorar o apartamento

Estar sempre acompanhado das medidas de cada ambiente que será decorado é crucial. São vários os tipos de imóveis, por isso, se você tem a planta-baixa do seu, não esqueça de levá-la a cada visita em uma loja para definir móveis, cores e acessórios.

É preciso saber a altura do pé direito da casa, o tamanho das paredes, como são as divisórias, a localização das janelas, portas, além de interruptores e tomadas. Tudo isso influenciará no seu projeto!

A mobília de cada cômodo do seu apartamento deve ser proporcional ao tamanho dos ambientes. A decoração precisa ficar agradável aos olhos e, também, funcional. Para tanto, você não pode exceder os tamanhos e, muito menos, usar móveis menores, que pareçam se perder por entre o espaço. Por isso, debruce-se sobre uma folha em branco e faça alguns desenhos do que você pretende fazer, levando em consideração as metragens e os detalhes de cada ambiente.

Se você não desenhar, utilize programas de computador que podem te ajudar nesse processo. Pesquise na internet: alguns softwares permitem que você faça uma montagem dos ambientes com móveis, eletrodomésticos e até as cores das paredes. Esse poderá ser o seu primeiro contato visual com a decoração que você está buscando para os ambientes!

Decore cada cômodo do imóvel

Como você já está com o seu bloquinho de anotações em mãos, aproveite para dividir o seu apartamento por ambientes. Liste todos os cômodos da casa e comece a pensar em um por um para decidir o que vai ser preciso para a decoração!

Sala de estar

Esse é local mais cobiçado da sua casa, pode ser considerado o cartão de visitas da sua decoração. Idealize cada pedacinho desse espaço detalhadamente e com as medidas em mãos. Planeje a colocação dos tapetes, dos quadros, dos móveis e até dos eletrodomésticos de acordo com o estilo que você quer imprimir.

Use as cores das paredes como base para ousar em acabamentos com diversos tons. Esse espaço é ideal para deixar a criatividade fluir e ousar na harmonia. Não esqueça de optar por móveis confortáveis e que tragam estilo para a sua decoração.

Não esqueça das cortinas, elas trazem um charme especial para a casa inteira, mas, especialmente na sala, elas fazem toda a diferença!

Sala de jantar

Esse é um ambiente especial da casa, onde os moradores e visitantes se reúnem à mesa. Alguns apartamentos têm espaços menores, mas que podem ser pensados exclusivamente para essa finalidade. Pense nos itens essenciais como a mesa, as cadeiras, a bancada e a iluminação. Não importa o tamanho, esses móveis podem ser essenciais para sua rotina.

De acordo com o espaço que você tem, escolha mesas de 4 a 6 lugares, um balcão com espelho na parede para valorizar o ambiente e um lustre centralizado acima da mesa.

A iluminação combinada com o espelho irá valorizar e dar amplitude ao cômodo. Esse é o truque para fazer com que o espaço pareça um pouco maior do que, de fato, é!

Cozinha

Esse cômodo merece muita atenção na hora de decorá-lo! Um visual moderno e funcional é o que todos buscam para a cozinha. Por isso, comece pelas cores que serão a base da sua ornamentação. Depois, invista em revestimentos que sejam propícios para essa área, isso porque ela é mais úmida e sofre com a variação de temperatura.

Uma forma interessante de aproveitar todo o espaço desse ambiente é utilizando móveis planejados para otimizar as medidas. Não esqueça de pensar na posição do fogão e da geladeira em relação à bancada da pia: esse conjunto funciona muito bem quando estão posicionados o mais próximo possível.

Pense em utilizar materiais que tenham alta resistência, como o granito para a pia e a bancada de trabalho. Utilize os espaços na parede sobre o fogão e a bancada para criar um estilo decorativo que deixe os utensílios necessários à sua mão!

Quartos

Nos quartos, é preciso trabalhar com uma linha de decoração que harmonize beleza, conforto e, principalmente, funcionalidade. O quarto principal, via de regra do casal, pode ser um estilo que agrade a ambos. Não esqueça dos criados-mudos para, que oferecem mais autonomia para cada cônjuge. 

Procure por móveis aconchegantes e pense no conforto e na comodidade. De uma forma geral, é necessária a opção por uma cama de tamanho funcional e a instalação de um guarda-roupas que tenha espaço suficiente para os habitantes do cômodo.

Algumas pessoas optam por espaços mais modernos, com suporte para instalação de televisores e outros eletrônicos, por exemplo. Então combine os móveis com as funcionalidades essenciais. Lembre-se de pensar em tapetes e abajures, eles são essenciais no dia a dia e realçam o charme de qualquer quarto!

Banheiros

O banheiro é um cômodo muito pessoal e, por isso, deve ser pensando para atender as necessidades da sua família. O mobiliário sob medida é o mais indicado, já que, via de regra, as dimensões desse cômodo são bastante reduzidas e são vários os elementos essenciais que ocupam espaço.

Pense em armários fechados, prateleiras e nichos para a colocação dos seus utensílios pessoais. É preciso manter toalhas, produtos de higiene e outros itens guardados para não poluir esteticamente o ambiente.

Ouse nas peças decorativas, as quais trarão maior impacto visual ao ambiente e não causarão desconforto aos olhos. Quanto à pintura, por sua vez, a dica é usar cores mais claras, tanto para o revestimento quanto para as louças.

Não se concentre, porém, somente na beleza visual do cômodo: é imprescindível utilizar revestimentos e materiais específicos que suportem a umidade e as temperaturas mais altas causadas pelo chuveiro.

Área de serviço

Esse cômodo precisa contar com móveis funcionais para armazenamento e fácil alcance dos acessórios que são utilizados. É preciso planejar o espaço para máquinas de lavar e de secar, se for o caso. Leve sempre em consideração o espaço do tanque, que poderá ser parcialmente coberto por armários de armazenamento.

Se o apartamento for dos novos modelos, essa área poderá ser uma pequena parcela da cozinha. Dessa forma, pense em divisórias de ambiente em vidro ou até mesmo em madeira, dependendo do estilo que você implementará para a sua cozinha.

Use as simulações para decorar 

A tecnologia está a seu favor, não deixe isso passar! Utilize os sites das fabricantes de tintas para visualizar o resultado final da combinação de cores nos diferentes ambientes. Mas não é só isso: pense se uma determinada cor combina com móveis e até mesmo com o tamanho do espaço!

Alguns softwares são capazes de projetar todos os ambientes de uma casa da maneira que os clientes estão buscando. Faça experiências virtuais com a disposição dos móveis e eletrodomésticos antes de fechar a compra.

Pesquise na internet e conheça programas em realidade aumentada que permitem que você monte os cômodos da sua casa como se eles já fossem reais. Coloque e retire os itens para entender se eles ficaram harmônicos ou não. Ou seja, não deixe de utilizar todo tipo de ferramenta que possa clarear os seus planos!

Considere os móveis planejados

Esse é sempre um dilema para quem está planejando a decoração dos ambientes da casa. Ao fazer um primeiro orçamento, os móveis sob medida são mais caros que os manufaturados que estão prontos na loja. 

Mas é preciso levar em consideração se você está decorando sua casa própria ou um espaço alugado, pois isso faz toda diferença no investimento. Se você quer mobiliar a casa para durar um tempo maior e não tem previsão de mudança, os planejados podem ser mais baratos, uma vez que têm maior durabilidade!

Quando você compra móveis sob medida, você procura montar os espaços da forma mais harmônica possível com a metragem. Por isso, eles tendem a ficar mais bonitos e, principalmente, a não precisarem de mudanças tão cedo.

Sendo assim, a melhor dica para esse momento é pensar nos planos futuros. Coloque no papel quanto você irá gastar com móveis à pronta-entrega e qual a diferença de valores se comparados com os sob medida. Muitas vezes, pelo aproveitamento de espaço, os preços dos dois modelos de móveis podem ser bastante similares. Não feche os olhos para as opções! 

6 passos para planejar a decoração do apartamento

Se você está planejando começar o mais rápido possível aquela reforma dos sonhos, pegou as chaves da casa nova e leu tudo até aqui, então pegue papel e caneta para definir alguns passos importantes para o pontapé inicial! Vamos lá!

1. Defina um orçamento

Esse é o passo fundamental para iniciar os trabalhos. É hora de colocar tudo o que você precisa ou quer fazer no papel para definir quais serão os custos com cada cômodo. Diante disso, defina um orçamento que você poderá despender para colocar seu projeto em prática.

Tendo esses valores em mente, fica mais fácil trabalhar quais serão as opções para cada cantinho do seu novo apartamento. Liste tudo o que você precisa em relação a materiais, equipamentos, produtos e planejados. Não deixe nada escapar para não perder o controle durante a sua decoração!

2. Pesquise as opções

Uma vez que o orçamento está definido, é hora de começar as pesquisas sobre o que está em alta e quais as opções de decoração que você pode utilizar no seu espaço! Hoje, a internet é a sua grande aliada, já que é possível pesquisar em blogs, sites e até mesmo utilizar a realidade aumentada para projetar o que será colocado em cada cantinho do apartamento.

Mas não se limite apenas ao ambiente virtual, vá até as lojas e sinta o tecido dos estafados, veja na prática as cores e os móveis que se adequam ao estilo que você quer imprimir. 

Não esqueça de anotar todos os preços e condições de pagamento para que você tenha as informações completas na hora da sua tomada de decisão!

3. Escolha as cores

Liste todas as cores que você mais gosta e comece a pensar na combinação entre elas e, principalmente, como eles ficarão nos diferentes ambientes da sua casa. Algumas cores com tons mais básicos devem ser definidas previamente para dar a base da sua decoração. Na sequência, você começa a implementar as cores quentes e os diferenciais que você irá buscar para cada ambiente em específico.

Uma dica é utilizar os sites das empresas fabricantes de tintas para simular a utilização das cores que te agradam, para entender se, na prática, a combinação ficará agradável aos olhos.

Definir as cores é uma missão difícil, porém fundamental, já que os móveis e eletrodomésticos precisaram seguir um estilo que combine com o que você pensa para as paredes.

4. Siga as medidas

É muito importante que, na hora que você começar a planejar os móveis e até mesmo fazer as compras de tintas, você tenha em mãos as medidas totais de cada cômodo do seu apartamento.

Isso garantirá que você não erre na escolha dos móveis, seja por falta ou por sobra de espaço. Imagine que decepção ter toda a sua casa planejada e, por erros na metragem, sobram ou faltam espaços na hora da instalação!

Por isso, não brinque com as medidas! Outra dica é sempre carregar a planta-baixa do imóvel para que tudo possa ser medido e calculado, principalmente no caso dos móveis planejados.

5. Liste os materiais e produtos

Agora que você já tem um orçamento definido e conhece bem as medidas do seu imóvel, é hora de fazer uma lista com todos os móveis, acessórios e eletrodomésticos que você precisa comprar para compor os ambientes.

Separe a casa por cômodos e liste tudo o que você precisará para cada ambiente. Camas, armários, sofá, racks, televisores, tudo que for preciso para decorar a sua casa! Com os ambientes desenhados, já será possível pensar em algum acabamento, por exemplo, nos tapetes, nas luminárias e até mesmo nos quadros que você pretende colocar nas paredes.

É no papel que o seu apartamento começa a se tornar realidade!

6. Pense na decoração com praticidade

Com a correria habitual do dia a dia, é importante pensar em uma decoração que seja prática e funcional. É preciso que ela atenda às necessidades dos moradores da casa de forma rápida, sem causar incômodos ou atrapalhar a movimentação.

A ideia é manter os utensílios sempre à mão e, para isso, a utilização de prateleiras e móveis planejados pode ser uma saída interessante na hora de planejar a mobília.

Podemos usar a cozinha como um exemplo prático: a instalação de barras de ferro metálicas ou de outras cores para pendurar os utensílios utilizados durante o processo de cozimento ao lado do fogão é uma excelente opção! 

Atualmente, a criatividade é o grande tempero da decoração. Com um estilo definido, é possível pensar em móveis e eletrodomésticos que vão contrastar e harmonizar com os móveis e imprimir uma característica única aos ambientes, de acordo com o perfil do proprietário.

A decoração é a alma de uma casa e não deixa de ser o cartão de visitas do proprietário! Ao pegar as chaves, é preciso ter calma e muita paciência para decidir quais caminhos seguir. Não adianta sair comprando tudo o que achar bonito e empilhar em um canto da sala para ver o que combina depois. É preciso planejar todos os passos!

Por isso, comece pelo básico: caneta e papel para anotar todas as ideias e faça um orçamento das suas finanças. Dedique um valor específico para decorar o apartamento e, aí sim, comece a definir as diretrizes da sua obra.

Planejar a decoração do apartamento traz harmonia para a vida e boas sensações para os seus moradores. Por isso, não aja por impulso, deixe a sua criatividade e a sua personalidade impressas no seu estilo de decoração!

E então, gostou deste conteúdo? Então aproveite a sua visita e assine a nossa newsletter! Assim você se mantém informado sobre o assunto, sempre em primeira mão, com conteúdos direto na sua caixa de entrada!