O seguro residencial é um importante recurso para a proteção do seu imóvel e para a tranquilidade da família. Além de aumentar a segurança em relação a furtos, quebra de vidros, danos por vendavais etc., as coberturas também incluem serviços de assistência que ajudam muito no dia a dia. 

Neste post, vamos falar sobre o funcionamento do seguro, as principais coberturas e os benefícios que ele proporciona, incluindo a maior estabilidade financeira. Se você está pensando em contratar um, mas ainda não tem certeza se o investimento vale a pena, continue a leitura! 

O que é um seguro residencial?

O seguro residencial assemelha-se bastante ao veicular: você efetua o pagamento da apólice e, em troca, recebe cobertura para os mais variados tipos de imprevistos. Se há um sinistro na residência, como um incêndio, basta informar a seguradora para ter o imóvel reparado ou, a depender dos termos de adesão, substituído.

Então, o seguro serve como uma prevenção para despesas inesperadas. Em vez de apertar o orçamento em um momento de emergência no imóvel, a família tem os danos reparados ou os valores indenizados. E isso vale tanto para sinistros quanto para roubos, furtos e outras intercorrências.

Como funciona o seguro residencial?

A contratação envolve obrigatoriamente a cobertura básica, que protege o imóvel em caso de incêndio, raio ou explosão. Se houver algum desses problemas, a seguradora faz uma indenização equivalente ao valor dos danos que o imóvel sofreu. 

Os valores do seguro costumam ficar entre R$ 200 e R$ 600 por ano. O investimento exato depende do tipo de imóvel e das coberturas e assistências incluídas. Dessa forma, dificilmente o custo do seguro residencial ultrapassa 0,5% do valor total do imóvel — bastante acessível, não é?

Ah, diferentemente do que acontece com o seguro veicular, você pode escolher o valor segurado nas residências. Isso quer dizer que, caso more de aluguel, por exemplo, você pode optar por proteger somente o interior do apartamento e não a estrutura, já que ela é de responsabilidade do proprietário.

Quais são as coberturas oferecidas?

Como dito, o seguro residencial sempre conta com a proteção contra incêndio, explosão e queda de raio: essa é a cobertura básica e mínima para a contratação. Os adicionais proporcionam ainda mais segurança e uma gama ampla de serviços assistenciais. Veja!

Roubo e furto

É muito comum que a proteção contra roubo e furto seja adicionada à apólice. Afinal, esse é um problema relativamente mais comum do que outros, como vendavais ou desmoronamentos. Com essa cobertura, a seguradora ressarce o valor de bens materiais extraídos da residência.

No momento da contratação, a família precisa listar os itens que serão cobertos pelo serviço. Outro detalhe é que a indenização só vale para roubos e furtos nos quais há sinais de arrombamento da residência. Ou seja, objetos desaparecidos, mas sem sinal de invasão no imóvel, não são indenizados.

Danos elétricos

Essa cobertura adicional também é muito útil. Com ela, a família tem proteção contra danos causados por curtos-circuitos em eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos, além de amparo em toda a rede elétrica da residência. 

Fenômenos naturais

A cobertura contra fenômenos naturais é especialmente interessante para quem mora em cidades em que as intempéries são intensas. O seguro pode ser acionado caso haja danos no imóvel devido a vendavais, chuvas com granizo, tempestades, furacões etc.

Desmoronamento

Se você mora em uma região em que o risco de desmoronamento existe, também vale a pena contratar essa proteção. A indenização é solicitada quando há perda total ou parcial do imóvel devido ao terreno ter cedido.

Impacto de veículos

Para quem vive nos grandes centros urbanos, esse adicional é interessante. Com ele, o imóvel tem proteção contra danos ocasionados pelo impacto de veículos, como caminhões. A indenização também vale se houver queda de aeronaves no terreno, uma situação menos comum, porém provável.

Responsabilidade civil

A cobertura de responsabilidade civil é bastante contratada. Ela refere-se a despesas médicas ou legais decorrentes de danos ocasionados por membros da família a terceiros. Por exemplo, se você deixa um vaso cair da janela e o objeto fere algum passante na rua, pode acionar o seguro para os custos médicos, em caso de ter causado ferimentos.

Perda de pagamento de aluguel

Essa cobertura é interessante para quem ainda não conseguiu comprar o imóvel próprio e mora de aluguel. Caso a residência fique impossibilitada de abrigar os moradores, seja por problemas estruturais, seja pela ocorrência de sinistro, os meses em que os inquilinos precisam se ausentar são ressarcidos a eles, incluindo aluguel, condomínio e IPTU.

Serviços de assistência

A depender do tipo de cobertura, você também pode contar com diversos serviços de assistência, como:

  • chaveiro;
  • cuidados veterinários;
  • eletricista;
  • encanador;
  • despachante;
  • babás etc.

Por que é importante ter um seguro residencial?

Mesmo que seja contratada somente a cobertura básica, o seguro residencial já é vantajoso. Veja alguns de seus principais benefícios!

Investimento acessível

Como você viu, o valor do seguro residencial não é nada assustador. Com o devido planejamento e boas condições de pagamento combinadas com a seguradora, a apólice vai sendo paga sem pesar no orçamento familiar. Uma dica é contratar somente os adicionais que realmente são adequados para o seu caso.

Segurança financeira

Pense bem: é melhor arcar com um valor acessível e planejado todos os anos, do que ter que lidar com as despesas decorrentes de um roubo ou sinistro. Um incêndio, por exemplo, pode representar gastos exorbitantes para reconstrução do imóvel e aquisição de nova mobília e eletrodomésticos. 

Mais tranquilidade

Com o seguro, a família tem muita tranquilidade para se ausentar em viagens ou passeios longos. Isso é ainda mais importante para quem mora em casas de bairro, pois quem vive em condomínios fechados normalmente já conta com recursos de segurança mais completos.

Como visto, o seguro residencial é uma ótima pedida para quem busca mais segurança e tranquilidade. O seu orçamento familiar também sai beneficiado, pois há maior controle das despesas mesmo em situações imprevistas. Além disso, você pode viajar sem dores de cabeça!

Quer ficar por dentro de outros assuntos relacionados à qualidade de vida? Assine a nossa newsletter! Assim, você receberá nossos conteúdos diretamente no seu e-mail.